quarta-feira, 25 de maio de 2011

Mestiçagem

Estava vendo uma postagem no blog da Marcela sobre alguns casos de mestiçagem de Sheltie x Border Collie buscando cães que tenham melhores resultados no agility, confesso que fiquei de cabelos em pé. Esse tipo de prática de mistura de raças é relativamente comum nos EUA, com o objetivo (equivocado) de exacerbar as melhores características de cada raça. Mas quanta ingenuidade...como se a genética fosse tão simples assim.
Ficamos - enquanto criadores - aaaaaaaaaaaaaaanos trabalhando linhas de sangue numa raça, visando fixar características de aparência e de temperamento e algumas pessoas crêem que num F1 inter-raças, vão obter um super atleta campeão. Ah para...
Em primeiro lugar, cada raça além de suas qualidades, têm também defeitos em termos de temperamento. Por que achar que não vai sair um indivíduo reunindo o pior das duas raças? Fora o fenótipo! Sairiam cães tão diferentes numa mesma ninhada que na hipótese de que um se encaixe no desejado, quem ia querer os outros?
Outra coisa, estruturalmente, raças diferentes têm diferentes angulações, proporções e características. Se nem com a combinação de 2 indivíduos da mesma raça e razoavelmente parecidos, conseguimos homogeneidade, que dirá num mestiço? E é óbvio que a estrutura corporal de um cão é importantíssima para que ele tenha velocidade, sprint, performance.
Por último, cruzamentos inter-raças não formam outra raça, apenas produzem vira-latas. E pra ter vira-lata, é mais fácil e politicamente correto adotar um, entre tantos que sofrem e precisam de um lar. Não há a menor necessidade de colocar mais vira-latas no mundo, já há demais!
Espero de coração que essa moda não pegue, pois a idéia é apavorante...socorro.

2 comentários:

  1. Pois é Cris, foi o que eu respondi lá...conheci um rapaz empolgado por ter cruzado sua BC com um Labrador...fui procurar na net e acabei encontrando vários canis americanos que vendem esses "mixs". Pra mim é fábrica de SRD ;/ Ok, as vezes acidentes acontecem...mas deixar isso acontecer e propósito e ainda VENDER? É tão imprevisível quanto um SRD, então...adote um SRD! :)

    ResponderExcluir
  2. Era só o que faltava mesmo... além de tentar produzir shelties super miniaturizados, não ter nehuma noção da genética da raça, às vezes não sabem nem que cor pode sair do cruzamento recém realizado, agora querem cruzar com Border.

    ResponderExcluir