terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Passeios com cães - dicas

Algumas dicas e cuidados para que seu passeio proporcione apenas prazer a você e seu cão.
1) Horário - evitar horários de sol a pino, não só pela temperatura mais alta, como pelo extremo calor que fica no asfalto. Lembre-se, seu cão não usa sapatos!
2) Alimentação - evitar sair com seu cão após uma refeição. O ideal é cerca de 2 horas depois de alimentá-lo. Cães são propensos a ter torção gástrica, que é fatal se não tratada cirurgicamente. Quanto maior a raça, maior a tendência.
3) Coleira - use produtos de qualidade, verifique se o mosquetão da guia está em boas condições, se a coleira está bem travada e colocada e se a peitoral está corretamente colocada de acordo com o tamanho do cão. Não devem ficar folgas. Crianças devem ser supervisionadas quando levarem um cão para passear, por serem muito dispersivas e não terem força física, podem soltar o animal justamente num momento perigoso, como por exemplo ao atravessar uma rua, ao passar por um cão maior e potencialmente perigoso. Não ande com seu cão sem coleira, você pode se arrepender...
4) Bicicletas, Skates, Patins etc - cuidado ao passear com seu cão enquanto estiver usando estes equipamentos. Vc pode não perceber quando o cão já estiver esgotado, pode também deixá-lo nervoso e ansioso, pelo barulho e perigo potencial que o animal sente de ser atingido. Só passeie na bicicleta com cães acima de 1 ano de idade, que já tenham condicionamento físico para aguentar a carga de exercício e em dias menos quentes.
5) Hidratação - lembre-se sempre de fornecer água fresca ao seu animal caso o passeio seja mais longo
6) Focinheira - se o seu cão tiver a menor tendência que seja a se tornar agressivo com outras pessoas ou animais, use a focinheira nele. Existem modelos excelentes hj em dia que não atrapalham e não incomodam. Pense na segurança em primeiro lugar.
7) Força - não saia com seu cão na coleira se vc não tem segurança de ter completo controle sobre ele. Ele pode arrastá-lo, machucá-lo, ser atropelado, entre outros problemas. Para cães que puxam demais, recomendo o uso da coleira Gentle Leader, que é bem específica e permite total controle do cão.
8) Amarrar cães na porta de estabelecimentos - está na moda as lojas colocarem elos na porta para que vc amarre seu cão no período de suas compras. Não caia nessa. Muitos cães estão sendo roubados por causa disso, fora o perigo de ocorrerem brigas com outro cão amarrado perto. Quando for fazer compras, deixe seu cão em casa. Passeie com ele antes ou depois.
9) Pratos d´água coletivos - outro mimo que lojistas e donos de restaurante oferecem e devem ser gentilmente recusados. Seu cão pode ficar doente ao beber num pratinho onde outro animal bebeu e deixou sua saliva, bactérias e restos alimentares. Existem acessórios muito práticos pra vc levar no passeio do seu cão e que servem como bebedouros.
10) Passeadores - muito cuidado ao contratar. Seja criterioso, peça indicações e tenha certeza de que o seu animal não é briguento, muito menos os cães que a pessoa leva junto. Cuidado com pessoas que não têm experiência alguma com animais e que se propõe a prestar esse serviço apenas pra ganhar um dinheiro. Combine horários específicos, constate se o passeador recolhe as fezes dos cães. Para cães de porte muito pequeno, sou radicalmente contra.
11) Frequência - 1 a 2 vezes por dia para cães pequeninos, de 2 a 3 vezes por dia para cães médios e 3 a 4 vezes por dia para cães grandes. Quanto menor o espaço disponível para o cão, maior deve ser a frequência dos passeios e com maior intensidade e tempo dispendido.

O mais importante é que dono e cão tenham prazer com as atividades! Encontrem seu equilíbrio e boa sorte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário