quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

"Todo mundo vê as pingas que eu tomo...

...mas não vê os tombos que eu levo" um ditado popular muito antigo que retrata claramente o que é ser um criador de cães de raça. Para cada vitória visível, um monte de percalços, perdas, obstáculos. Quem pensa que um criador: não aposta em cães que não "viram", não paga um monte de dinheiro por um cruzamento que não gera prenhez, que não investe dinheiro num cão que quando adulto prova-se estéril ou portador de algum problema de saúde, não é obrigado a castrar uma linda cadela jovem por uma piometra, não se desaponta com o resultado de um cruzamento que parecia muito promissor, não perde um cão sensacional por um acidente, essa pessoa não faz a menor idéia do que é criar.
O que caracteriza um bom criador é a humildade de aceitar que sempre precisa melhorar e aprender, que nunca deve desistir diante dos obstáculos e que precisa ser responsável pelos animais que coloca no mercado. SE adiantasse jogar em alguém todas as frustrações e revoltas quando algo dá errado, ou "vomitar" textos amargos e repetitivos pela internet, seria bem mais fácil. Animal é vida, é combinação genética, não um produto. Infelizmente há quem se esqueça disso.
Realize uma compra responsável se vc quer um cão, faça uma venda responsável se vc é um criador e não jogue pedras no telhado do outro já que o seu também é de vidro!

2 comentários:

  1. Adorei isso que vc escreveu!

    Ana e Shelties

    ResponderExcluir
  2. Mas eh bem assim mesmo... a maioria soh sabe criticar, atirar pedra... e como vc mesmo disse, esquecem que tem telhado de vidro...isto sem contar com os "deslumbrados"... Como disse um amigo nosso em comum, o ruim de criar caes eh ter que lidar com gente.

    ResponderExcluir