domingo, 30 de maio de 2010

Filhotes de Cruz-credo com Deus-me-livre

Confesso que ando assustada com a falta de critério que o pessoal do agility está cruzando os Shelties. A gente tenta construir de um lado e o povo detona do outro...complicado. Temperamento e conformação DEVEM andar juntos. Há cães que não têm nada a agregar à raça. Ninguém sabe tudo, ninguém tem todas as respostas, mas infelizmente tem gente que mesmo sem querer, está fazendo um desfavor à raça obtendo filhotes de animais que deveriam estar castrados. Pronto, falei. E a propósito, sei que desagradarei alguns e não vou argumentar sobre o fato, além de não ter me referido a ninguém em particular.

3 comentários:

  1. Olá Cris, tudo bem!?

    Olha, eu concordo em número, gênero e grau. Muitas vezes eu não falo para evitar aborrecimentos e acabo deixando pra lá, mas já que você tocou no assunto...

    SIM, tem MUITA gente no Agility que está fazendo filhote de cruz-credo com deus-me-livre sim. Eu vejo Shelties competindo que não parecem mais Shelties. Mas não podemos generalizar. O que dizer da galera de Agility que procura cães com você!? Eles estão procurando cães com boa estrutura e temperamento também! Eu também vou introduzir uma linhagem de beleza no trabalho. Tem gente que faz lambança sim, mas também há quem tente salvar alguma coisa. Não dá pra generalizar.

    Assim como eu também sei de muita lambança feita por criador de beleza. Vai me dizer que também não tem um monte desses criadores importando-se somente com a beleza, ignorando o temperamento!? Um monte de cachorro maravilhoso por aí, mas fóbico que não consegue nem fazer campanha. Não dá pra generalizar.

    Essa briga que você tem, eu tenho, é coisa de ficar dando murro em ponta de faca. Não sei até onde dá pra ir com essa história de querer juntar beleza e trabalho. Repito: eu contigo pensando que dá!

    Mas e o que dizer de raças que já existem linhagens inteiras distintas e bem distintas de beleza e trabalho!? Como Pastor Alemão, Pastor Australiano e Border Collie. Por ex., um Aussie de beleza nem parece da mesma raça que o de trabalho.

    Eu não sei, realmente é uma dúvida que tenho. Pois vamos ser francas, o Sheltie originalíssimo que trabalhava nas Ilhas de Shetland também não devia ser igual aos nossos cães de beleza de hoje em dia.

    Mas que há irresponsabilidade, sim, há. Mas em AMBOS os lados...

    Essa é uma briga pra gente defender até depois do túmulo... rsrsrs.

    ÓTIMO você ter levantado essa questão!!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi Maria, bom ler vc por aqui. Sendo bem sincera, gosto de cachorro bonito e esperto. Muito desse papo de "linhagem de trabalho" é conversa pra boi dormir...desculpa para vender filhote de cachorro porcaria ou usar o que tá mais à mão.
    Pra mim socialização é 80%, genética é 20%. Não justifica cruzar 2 cães absolutamente heterogêneos e esperar que saia algo de bom, ou mesmo cruzar 2 cães com aptidão para o esporte ou trabalho e achar que seus filhotes serão naturalmente superiores.
    Eu acho que o pessoal mis habitué do agility ja montou um plantel de cães competidores e se bastam, comprando, vendendo e cruzando cães entre si. Não procuram mais criadores. Não fazem uma pergunta, não pedem uma orientação, não usam um padreador de criador.
    São mesmo 2 mundos à parte. Mas me entristece ver Shelties medonhos, frutos desses cruzamentos aleatórios. Assim como vc, acho que dá para ter um cão equlibrado, de beleza e temperamento. Me entristece ver sheltie medonho...

    ResponderExcluir
  3. Eu fico triste também... Por que os caras ficam batendo em ponta de faca com essa história de cruzar medonho rápido com medonho rápido... e ainda assim sai medonho ruim! =(

    Também acho que vai mais do trabalho em cima do cão, socialização, sabe. Mas é aquilo, nego quer omais fácil: é mais fácil achar que um cachorro nasce bom do que fazer um cachorro ficar bom, pq se der errado, a culpa é do cachorro, e não do treinador. Entende?

    Acredite, eu estou no Agility, meus cães são de beleza, inclusive o Zael é parente bem próximo do seu Robin, e eu vivo falando tudo isso. E não adianta nada. Pensei eu: vou pegar um cachorro de beleza, fazê-lo muito bem, e quem sbae assim não acreditam em mim? Estou fazendo isso com a minha fêmea.

    E o pior é que eles são controversos! TODOS os Shelties que foram campeões mundiais vieram de canis de beleza! Vide a Blanka, o Skipper, a Candy, o Theo... e os caras continuam batendo na tecla de cruzar os próprios cachorros! Não dá pra entender... O Théo é atualmente o Sheltie Midi mais rápido e é Ibiza Kivi. E nem por isso vejo galera indo atrás do Cris pegar cachorro!

    VAI ENTENDER...

    ResponderExcluir