domingo, 21 de março de 2010

Expo KCSP

Realizada num ótimo lugar, ao lado do Pet Center Marginal da Tancredo Neves. Espaço claro, arejado (apesar do calor), boa infra-estrutura para alimentação, arquibancadas e estacionamento gratuito. Bem melhor que os absurdos 20 reais do Centro Imigrantes.
Tínhamos 12 cães em pista, uma quantidade substanciosa para a raça. Foi ótimo rever os amigos mais uma vez, rir, bater papo e fazer o que a gente tanto gosta...falar de cachorro! :o)
Minha cachorrinha Scarlet (ou Nenê para os íntimos), carequíssima em plena muda de pelos, e numa TPM de dar gosto não pegou nem resfriado, mas valeu para fazer número. Sem problema. Em alguns meses ela estará peludona e competitiva.
Os resultados não surpreenderam. Em cada pista os cães se comportaram de uma forma diferente e foram premiados como tal. Meus parabéns à Sinara e Valdir que levaram 1 melhor da raça com o Brandy e outro com a Gwen. Merecidos. Na outra pista o Super da Janaína, criação da Jocelyne estava um desbunde e se apresentou muito bem, ganhando melhor macho. Infelizmente o juiz não foi corajoso o suficiente para dar o melhor da raça a ele (um fihotão), em cima de uma fêmea de 5 anos, mas tenho minhas teorias...abafa o caso.
Fiquei muito contente também por que vou trazer pra casa mais uma tricolorzinha, a Ully, filha do Jack com a Babel, criação do Cristiano. Ela está com cerca de 20 dias ainda. Depois conto mais sobre ela.


Na foto eu com o Dino Miraglia, do Paradise Valley...na cinofilia desde sempre...rsrs



Na foto a Nenê minha linda, dentro do expen, esperando sua vez...well, that´s all folks

terça-feira, 16 de março de 2010

Como fazer a tala de orelha num filhote

Material:

- Fita japonesa importada (melhor opção, vendida somente pela Vania Telles, ou esparadrapo Cremer (encontrado em farmácia)
- algodão
- álcool
- tesoura

Primeiro passo: Limpar a parte de dentro das orelhas com algodão embebido em álcool 96 graus. Caso o cão esteja com muito pêlo dentro do ouvido, dar uma aparada com a tesoura. Peça ajuda para alguém segurar o cão durante o procedimento.
Segundo passo: Cortar 2 quadradinhos da fita ou esparadrapo com cerca de 2 x 2cm, depois cortar 2 retângulos da fita ou esparadrapo com cerca de 5 x 2cm.
Terceiro passo: Colar os quadradinhos na parte interna da orelha, acima do conduto auditivo, conforme a foto:



Quarto passo: Pegar os 2 retângulos de fita ou esparadrapo e juntar as 2 extremidades de cada um deles, deixando a parte colante para o lado de fora. Fica com a aparência de um círculo.
Quinto passo: Colar cada um dos retângulos em cima dos quadradinhos que já estão em cada orelha e dobrar a parte superior (ponta da orelha) por cima. O resultado final deve ficar como na foto em seguida:

   

Após o término do procedimento, massagear as orelhas na parte onde está colada a fita (ou esparadrapo) para melhorar a aderência. Deixar por cerca de 8 dias e trocar a tala, sempre limpando bem qualquer resíduo da cola do material usado. Manter estar tala até o final da troca dos dentes.

sexta-feira, 12 de março de 2010

SOHO VENCE ESPECIALIZADA DA RAÇA SHELTIE

Black Gold Von Kempten, ou SOHO, filho dos meus Jack e Jazz e de propriedade da amiga Janaína, venceu a exposição especializada da raça, realizada hoje, dia 12 de março, pelo Kenel Clube de Atibaia e Bragança. Não preciso dizer o quanto estou contente e realizada. Na foto a Jana, o handler Élcio e claro, o Soho bonito em sua estréia nas pistas com 11 meses.  :o)

quarta-feira, 10 de março de 2010

Exposição Kenel Clube São Paulo

Vai se realizar dia 20 de março, sábado, no Espaço Tancredo, Av. Tancredo Neves, 600, a partir das 8:30 da manhã. Vão julgar a raça Sheltie: Patti Smith (EUA), Hassi Assenmacher (Alemanha) e Antonio Dalle Piagge (Brasil). Compareçam!

domingo, 7 de março de 2010

Campeonato de Agility Américas e Caribe adiado

 Retirado do site: http://www.agilitybr.com.br/ - publicado em 02/03/10
"Devido ao forte terremoto que atingiu o Chile semana passada o Américas e Caribe 2010, que seria realizado entre 18 e 21 de março, daqui há 15 dias, teve que ser adiado.
Em uma reunião com as autoridades Municipais de Viña del Mar, os responsáveis pelo ginásio, a organização do A&C e os patrocinadores foram informados que o local em que será realizada a competição deverá passar por uma avaliação de engenheiros, para saber se a estrutura não sofreu danos.
Uma vez que o ginásio de Viña del Mar seja liberado para a realização de eventos esportivos a CCA (Comissão Chilena de Agility) marcará uma nova data para o A&C 2010, que deverá ser já no mês de abril.
No comunicado enviado pela CCA nossos amigos Chilenos agradeceram toda solidariedade e que aguardam todos para agradecer pessoalmente toda preocupação."
Texto de Fabiano Estigarribia

Vale ressaltar que o Brasil tem 04 duplas inscritas representando a raça Sheltie. Uma na categoria Mini e três na Midi. Também temos um árbitro brasileiro convidado para julgar lá: o Dan Wroblewski.
Faço votos que o importante evento ocorra brevemente. :o)

sábado, 6 de março de 2010

Lindo...

"Somos sempre nós que abandonamos os cães, na natural ingratidão com que sacrificamos as melhores e maiores afeições, aos interesses e conveniências. Não tenho notícia de cachorro que  houvesse, de vontade própria, se separado do dono, abandonando o amigo, por mais negra que fosse a miséria que com ele partilhasse.

O homem é diferente. É a criatura que mais depressa e com a maior facilidade esquece as amizades. A natureza humana é muito ordinária. E ainda há gente que emprega a palavra "cão" como insulto, como injúria!.."

Autoria: Vivaldo Coaracy

segunda-feira, 1 de março de 2010

Nina


Esta semana perdi a minha pequenininha Nina. Com quase 11 anos, se foi por causa de um tumor, que ficou escondido, sem sintoma algum. De alguma forma ela teve sorte, pois 2 dias antes de ela falecer eu a vi, e ela brincava, comia, vinha pedir carinho, petisco...não parecia doente de forma alguma. Pelo menos a passagem foi rápida.
A Nina e a Luly vieram pra mim em 2001, com quase 2 anos de idade. Foram importadas do canil Okie´s por um criador de outra raça que ia começar com Shelties, mas desistiu quando se deparou com a necessidade de realização de inseminação, controle adequado do cio, entre outras coisas. Resolveu vendê-las e me procurou.
Muito quietinhas, as duas foram unha e carne a vida toda. A Nina era uma excelente matriz, muito carinhosa e devotada, tinha ninhadas grandes e fortes, chegando inclusive a amamentar e cuidar de filhotes de outras cadelas. Entre seus filhos está a campeã mundial de agility Blanka e a minha campeã Bya. Nina era calma, preguiçosa, obediente e adorava rolar na grama feito doida. De vez em quando arrumava uma encrenca, mas não sabia bater e apanhava, o que lhe gerou algumas "recordações" , entre elas uns dentes quebrados...rs...mas ela não estava nem aí!
Foi uma Sheltie muito digna e linda. Tive sorte que ela veio parar na minha casa, era para ser minha...

Saudade da minha menininha...